Brasil bem na fita

Dani Rodrik, professor de Harvard, escreveu um artigo em que aponta Brasil, Índia e Coréia do Sul como países que estão em confortável posição relativa, num mundo onde as perspectivas de crescimento econômico são sombrias.

As três qualidades que estes países reúnem, são as que o professor considera estratégicas na conjuntura atual e dos próximos anos:

  • baixo endividamento público, pois ele paralisa as políticas governamentais que poderiam favorecer o desenvolvimento;
  • forte mercado interno calcado numa classe média vigorosa, pois o modelo focado em exportações tende ser mais frágil num contexto de retração dos principais agentes do comércio internacional;
  • democracia eficiente, pois é o único sistema capaz de lidar com o conflito social e projetar um modelo nacional de desenvolvimento.

O artigo está aqui – em inglês.

Dica do Drunkeynesian.

Este texto foi arquivado em Atualidades e etiquetado como , , . Pegue o permalink.

Comentários bloqueados.