Grupo de Pesquisa em Música, História e Política será descontinuado

Quando terminei o meu doutorado, em dezembro de 2010, entrei naquela fase maluca de querer transformar o diploma num propulsor de novas atividades e coisas interessantes.

Uma das primeiras coisas que resultou dessa “febre criativa” foi a criação do Grupo de Pesquisa em Música, História e Política. Ele surgia de maneira natural como decorrência de duas demandas: seria um desdobramento de um outro Grupo de Pesquisa da FAP que já tinha ficado quase um peemedebê, de tão grande. Era o Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Artes, ou simplesmente GIPA, liderado pela professora Zeloi Martins, do qual eu também era integrante.

Além de aliviar um pouco a gordura do GIPA, um novo grupo seria o primeiro dedicado à música na FAP, o que de certa forma representava 2 dos 8 cursos da instituição. De 2011 até o dia de hoje o grupo existiu no Diretório de Grupos do CNPQ, teve uma boa quantidade de gente vinculada e produziu algumas coisinhas.

Foram um Congresso de Pesquisa com publicação de Anais (versão impressa em baixa tiragem e já esgotada e versão eletrônica aqui), um ciclo de palestras na FAP, um ciclo de palestras/debates no SESC da Esquina, um evento do Grupo de Estudos em Etnomusicologia (vinculado à linha de pesquisa em Etnomusicologia), além de diversos trabalhos de Iniciação Científica, TCC e pós-graduação.

Depois do Simpósio do GEETNO, no 2º semestre de 2013, o Grupo não realizou nenhuma atividade pública. Mas passou por intensa discussão “a portas fechadas” pelo seu núcleo de professores doutores, o que, vinculado ao desenho de um programa de mestrado que está em curso pela UNESPAR, implicou na necessidade de fazer mudanças no grupo.

A partir de agora deixa de existir o Grupo de Pesquisa em Música, História e Política, e passa a existir, sobre a mesma estrutura básica, o Grupo de Pesquisa em Música, Cultura e Sociedade. A ideia é ter um nome que explicite de modo mais abrangente os interesses de pesquisa dos professores vinculados, ao mesmo tempo em que o grupo precisa acontecer em uma versão mais enxuta, com menos integrantes e com vinculação mais efetiva às pesquisas desenvolvidas pelos professores que compõem o grupo.

Aproveito para deixar aqui o agradecimento aos que participaram de alguma forma no período 2011-2013. O pouco que fizemos valeu muito a pena, espero que para os outros tanto quanto pra mim.

P.S.: o Grupo já aparece com os dados atualizados no novo Diretório de Grupos do CNPQ. Só que não acho jeito de linkar a página do grupo. E para você buscar um grupo lá, tem que logar com tua senha do CNPQ (ou seja, quem não está cadastrado na plataforma Lattes não acessa). E para você achar o grupo no diretório, terá que pesquisar pelo nome do líder (eu), que para a função pesquisa o nome do grupo ainda aparece com o nome antigo, mas quando você clica aparece na página o nome novo. Vai entender…

One thought on “Grupo de Pesquisa em Música, História e Política será descontinuado

  1. Pingback: O Grupo de Pesquisa foi reformulado | Grupo de Pesquisa em Música, História e Política