Leituras da semana

Doravante pretendo publicar sempre isso no blog, aos sábados. Uma lista dos links mais importantes da semana, se possível com comentários.

Vamos ver se sou capaz de bancar a proposta por muito tempo…

Hugo Albuquerque foi lá visitar os acampamentos dos desalojados do Pinheirinho. E a triste constatação é que aquilo ali se parece demais com campos de concentração, e que a política é deliberadamente abandonar esse pessoal para morrer ao relento.

Pinheirinho: Já se Passou uma Semana

Paulo Cândido está descontruindo o discurso do Marco Antônio Villa, um cara cujo dever de contra-argumentar se assemelha a gente como Olavo de Carvalho, Diogo Mainardi e Reinaldo Azevedo. Deve ter um comentário meu lá no post, remetendo a uma resenha que fiz da nova biografia do Jango, basicamente um trabalho caprichado do Jorge Ferreira, feito para salvar a memória do ex-presidente (e da esquerda trabalhista) da lambança que o Villa fez para dourar a pílula do golpe civil-militar de 1964.

Marco Antônio Villa, historiador hiperbólico

As poucas vezes na vida em que escrevi sobre o judiciário brasileiro foi para reclamar de sua morosidade, elitismo e, até mesmo corrupção. Eu dizendo isso não vale absolutamente nada. Mas um especialista como Walter Fanganiello Maierovich clamar por uma reforma do judiciário é coisa que não devemos desprezar:

Reforma judiciária já

Aliás, taí um blog muito bom de se ler sempre, com acompanhamento atento das principais questões de justiça e do judiciário no Brasil.

O pessoal do Movimento Brasil e Desenvolvimento levantou uma lebre que anda meio esquecida, em meio ao triunfalismo que vem dando carta branca para o governo Dilma esquecer que é de esquerda. (O artigo é da jurista Laila Maia Galvão.)

Cadê a redução da jornada?

No Central de Cinema, o Paulo Camargo lenvanta a importante questão da falta de salas para filmes autorais em Curitiba. Pra mim isso é uma tragédia cultural de grandes proporções.

O pobre circuito exibidor de Curitiba

No Caixa Zero, o Rogério Galindo expôs a disputa interna no PT curitibano sobre a questão do apoio a Fruet nas eleições municipais.

Aliança com Fruet derruba futura presidente do PT

Eu já andei escrevendo sobre isso aqui, aqui, aqui e aqui. Pra resumir, também sou contra a inexistência de uma candidatura de esquerda em Curitiba, e acho mesquinha a estratégia de trocar o posicionamento necessário na política da cidade por um apoio na eleição para governador. É por essas e outras que o PT vem perdendo espaço nas urnas no Paraná. Tornar-se um mero partido de quadros e acordos de cúpula é um erro que está saindo muito caro.

O Ministério Público do Trabalho finalmente pediu intervenção na Universidade Tuiuti. Há mais de uma década que esta universidade desrespeita todos os direitos trabalhistas: não paga férias, 13º, não deposita INSS nem FGTS dos professores. Além disso, está com os salários atrasados. Acredito que se vendessem todo o patrimônio da universidade já não pagariam o que devem aos professores e ex-professores, nem ao fisco. Que ela continue funcionando normalmente é uma afronta aos que cumprimos as leis.

A matéria saiu na Gazeta do Povo:

MPT-PR pede intervenção na UTP

Eu concordo com tudo o que o Simon Schwartzman disse aqui:

O CNE e o pesadelo do ensino médio

Esta aí o pior gargalo da educação brasileira, que o Governo Federal dá passos importantes para resolver com os investimentos que vai fazendo nos Institutos Tecnológicos Federais.