As coisas que andei publicando

Quando abri esta página sonhei que ia atualizar sempre, com materiais de aulas, links para minhas publicações, indicações de leituras, além dos posts mesmo.

Triste ilusão.

Desde março entrei numa roda viva com as aulas, orientações, coordenação de curso, produção de textos acadêmicos, entre outras atividades. E esta página ficou em banho maria.

Tentando me redimir um pouco: estou devendo diversos textos, que sairão assim que possível, mas volto aqui à série de textos em que faço links para minhas últimas publicações. Interrompida desde fevereiro.

Desde então:

Publiquei meu discurso como paraninfo para os formandos de Licenciatura em Música da FAP:

Meu discurso de paraninfo para os formandos de Licenciatura em Música 2011 da FAP

Comentei minha participação como curador e os resultados do Edital O som da cidade 2012 do SESC da Esquina:

Edital “O som da cidade” do SESC da Esquina

Publiquei a resenha de outra das leituras de férias:

Leon Uris: Exodus

Trouxe vários textos de blogs antigos pra cá, e coloquei uns links para materiais de aula (para ver isso é melhor clicar nas páginas das disciplinas que ministro, no menu horizontal).

Além disso:

Escrevi uns comentários sobre a tal lei “anti-baixaria”, depois que dei uma entrevista sobre isso para uma rádio local:

Sobre a “lei anti baixaria”

Fiz meus comentários sobre a programação anual da Camerata (ainda estou devendo o da Sinfônica):

A programação 2012 da Camerata Antiqua de Curitiba

Escrevi crítica do concerto com a 2ª de Mahler:

Osvaldo Ferreira e a Sinfônica do Paraná: a Sinfonia nº 2 de Mahler

Fui a Campo Mourão participar de um Simpósio de pesquisa e dar um minicurso, cujo mateiral coloquei aqui:

Mini curso: o historiador e a música

Escrevi o meu libelo sobre a decisão do STF a respeito das cotas para negros nas universidades (comentando um texto cheio de sofismas do Simon Schwartzman):

Sobre as cotas para negros nas universidades: a respeito da decisão do STF

Além disso, continuei escrevendo bastante sobre o Coritiba no blog Do alto de tantas glórias – por questões de sanidade mental o único que ficou ativo normalmente por estes meses. Veja os posts que saíram lá em março e abril.

O blog História Cultural também andou bastante parado, e só voltou a ganhar post no último sábado:

Sobre a relevância dos departamentos de música em Curitiba

E até no Amálgama a coisa andou devagar. Saiu só minha resenha do livro do Uri Avnery:

Uri Avnery e o outro Israel possível